Medo de terminar um relacionamento.

Medo de terminar um relacionamento.
27.10.2017 Frederico Mattos
terminar um relacionamento

Há um fenômeno que parece causar a mesma sensação de ouvir o motorzinho na cadeira do dentista: terminar um relacionamento.

terminar um relacionamento

Créditos: Giphy e Rihanna.

Fim de um relacionamento: 7 dicas que te ajudarão a superar.

O sentimento envolvido na sensação de fracasso é um dos mais dolorosos que uma pessoa experimenta. É ruim para quem é dispensado, mas é doloroso para quem dispensa.

Os motivos para temer tanto dispensar alguém são variados.

Culpa antecipada

Há pessoas que não de causar mal aos outros e acabam entendendo que um término de relacionamento é uma maldade. Elas não entendem que a perda de um relacionamento ruim é mútua e que terminar pode ser um bem que se faz para liberar um casal que já não vê pleno sentido na relação. Então a culpa parece vir associada ao término que acaba nunca surgindo.

Dificuldade em desagradar

Muitas pessoas não gostam de serem vistas como o lobo mau da relação. Quem termina parece ser taxado como o vilão, pois destruiu algo que prometia render bons frutos. O problema é que não existe bom fruto quando só uma pessoa está sintonizada na relação enquanto a outra está com a mente em outro lugar. O pensamento que ajudaria quem quer terminar é a ideia de que desagradar inicialmente vai beneficiar à longo prazo.

Gratidão pela história

Muitos confundem gratidão com amor e é bem verdade que o amor é repleto de gratidão, mas nem toda gratidão do mundo pode rechear um relacionamento que já está mancando e vias de acabar. Todo o carinho do mundo deve ser utilizado no processo do término, usar a gratidão como veículo de um desfecho respeitoso.

Empatia genuína

A pessoa que vai dispensar a outra parece lembrar do sentimento de dor implicado em se sentir rejeitado, mas essa empatia a paralisa de continuar. Ao se colocar no lugar da outra deveria considerar o mal-estar em estar num relacionamento sozinho e perceber no término um mal necessário. É preciso ver as necessidades mais profundas de felicidade e não apenas considerar a dor do luto.

Para terminar um relacionamento, portanto, é preciso usar a mesma ternura, respeito e cuidado que se teve no começo da relação e saber a hora de estar por perto e se afastar para que a ferida cicatrize no tempo certo.

Frederico Mattos
Psicólogo clínico junguiano há 10 anos formado pelo Mackenzie, especialista em relacionamento amoroso, autor dos livros Como se libertar do ex, Relacionamento para Leigos e escreve diariamente em seu blog Sobre a Vida.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*