5 Expressões racistas que você precisa parar de usar AGORA!

5 Expressões racistas que você precisa parar de usar AGORA!
21.03.2020 Thiago Dutra

5 Expressões racistas que você precisa parar de usar AGORA!

O racismo, infelizmente, ainda está muito presente na nossa sociedade, por isso, devemos prestar muita atenção e nos conscientizar do que reproduzimos, já que nosso discurso tem um poder enorme.

Racist Donald Trump GIF by The Daily Show with Trevor Noah

Créditos: GIPHY

Angela Davis, grande ativista do movimento negro no mundo, possui uma frase que retrata bem nosso objetivo com este post: “Em uma sociedade racista, não basta não ser racista. É necessário ser antirracista!”

 

Seguindo este pensamento, listamos 5 expressões racistas que ainda estão presentes no vocabulário da sociedade e precisamos ficar atentos.  Confira:

 

  • A coisa tá preta: expressão utilizada para caracterizar situações muito ruins, isto é, usando o termo com sentido pejorativo.

 

  • Não sou tuas negas: expressão utilizada para comparar as mulheres negras escravizadas aos sinônimos de bagunça e de menor valor, em relação às mulheres brancas.

 

  • Cabelo duro/ruim: termo usado, frequentemente, como forma de depreciação dos cabelos crespos em relação ao cabelo liso. Ocorre, também, em relação ao corpo negro na tentativa de manutenção de um pseudopadrão de beleza, como é visto em expressões como negro de traços finos.

    kanye west no GIF

    Créditos: GIPHY

 

  • Mulata/moreno: o termo mulata vem da associação de seres humanos com o animal mula, que é resultado do cruzamento da égua com o burro, desta forma, utilizava-se como forma de categorizar os filhos de homens brancos com mulheres negras escravizadas, como filhos não legítimos. O termo moreno, por sua vez, provém da mesma tentativa de categorização e, até mesmo, embranquecimento dos filhos negros dos senhores brancos.

 

  • Expressões que usam de negro(a) como adjetivo: ao utilizarem a palavra negro como adjetivo, nota-se uma essência pejorativa no sentido. Assim, termos como: magia negra, mercado negro, lista negra e ovelha negra e humor negro comumente são usadas nesse sentido, inclusive, termos que carregam branco(a) como adjetivo são tidas como características boas, como é visível em expressões como inveja branca e dia de branco.

    kevin hart look GIF

    Créditos: GIPHY

Expressão extra:

Muitas vezes utilizada como característica boa, no entanto, possui origem racista é a expressão da cor do pecado. Hoje, utilizada como forma de qualificar uma pessoa atraente, no entanto, historicamente foi utilizada pela igreja como desprezo aos negros, vistos como pecadores e, em alguns contextos, como hiperssexualização do corpo negro.

Infelizmente, o racismo ainda é uma realidade na sociedade, portanto, é necessário repensar práticas e discursos para inibir a reprodução deste preconceito que já está enraizado na cultura brasileira. Atentar-se ao vocabulário é, talvez, o primeiro passo e o mais sutil para abrir um diálogo para fazer as pessoas refletirem o que foi o processo de escravização no Brasil e o racismo que segue presente até hoje nesta sociedade.

A luta não pode parar! Encontrar um par já é incrível, agora, imagina encontrar um par consciente e antirracista? Só sucesso.

Thiago Dutra
Estudante de Letras Espanhol, atendente de Espanhol do Match Latam e professor de Redação nas horas vagas. Taurino comunicativo que ama escrever, ver séries e novelas mexicanas.

0 Comentários

Deixar uma resposta