Como melhorar a autoestima?

Como melhorar a autoestima?
17.07.2017 Mariana Pepe
autoestima

A autoestima pode ser descrita como:

“Característica da pessoa que se valoriza, estando satisfeita com sua maneira de ser, com sua forma de pensar ou com sua aparência física, expressando confiança em suas ações e opiniões”.

Ou seja, ter autoestima é estar bem e feliz com si próprio e não ter medo ou vergonha do que as outras pessoas podem falar ou pensar sobre o seu modo de ser, de vestir, de falar e de agir.

Não importa se a sociedade considere que você esteja “fora dos padrões”: Magro demais, acima do peso, com cabelos coloridos, cabelos curtos demais ou longos demais, escolhendo não casar ou não ter filhos, ter um relacionamento aberto ou viver um poliamor, ser mais brigão ou mais pacato. O que realmente importa é você se aceitar e se amar da maneira que é e que escolheu para viver. Quando nós nos aceitamos, vivemos de forma mais leve. Sem falar que não existe um padrão correto! O que há são seres humanos que merecem ser felizes da forma que são, independente de qualquer coisa.

A autoestima é essencial para os núcleos sociais

A autoestima também é essencial para os ambientes e núcleos sociais em que vivemos como a família, as amizades, o ambiente de trabalho e o relacionamento amoroso. Quando se está com a autoestima baixa, a convivência com as outras pessoas pode ser prejudicial para nós mesmos e para aqueles que estão ao nosso redor. Quando estamos realmente bem e satisfeitos, rendemos mais nas nossas tarefas diárias, trabalhamos de forma melhor, conseguimos nos doar para quem amamos e temos relacionamentos mais saudáveis e duradouros.

Se você perceber, por exemplo, que está vivendo uma relação amorosa em que o seu parceiro faz críticas o tempo inteiro sobre o seu modo de ser e de vestir, ou se ele impõe regras das quais vocês não aceita ou não se sente à vontade para seguir e isso acaba lhe causando sofrimento, angústia, tristeza ou medo, é hora de repensar se realmente vale a pena continuar com essa pessoa. Não caia nessa armadilha e não permita que nada nem ninguém te diminua e faça a sua autoestima ficar abalada! Cada um é especial da forma que é e merece ser respeitado e valorizado!

autoestima

Caso você esteja passando por um período em que perceba que a autoestima está baixa e que os fatores externos estão lhe prejudicando de alguma forma, seria interessante conferir algumas dicas para se sentir melhor e mais feliz:

  1. Faça as pazes com o espelho

Lembre-se sempre que não existem pessoas perfeitas. Se ao olhar o seu reflexo no espelho você perceber que não gosta do que vê, tenha em mente que até aquelas modelos de revistas que são consideradas “dentro dos padrões de beleza” também possuem imperfeições e muitas vezes estão insatisfeitas consigo mesmas. O importante é sempre lembrar que todas as pessoas, incluindo você, são especiais e lindas de suas formas únicas de ser. Pare de se comparar a outras pessoas! Ame-se acima de tudo e seja feliz seja lá como for. Repita esse mantra: EU SOU INCRÍVEL!

  1. Procure estar perto de pessoas positivas e leves

Nunca permita que alguém te diminua ou tente abalar a sua autoestima. Quem te ama de verdade e se importa com a sua felicidade vai saber enaltecer os seus pontos positivos e vai amar as suas imperfeições e tudo aquilo que te faz ser uma pessoa única e insubstituível. Tire da sua vida tudo aquilo que lhe faz mal. Não dê espaço para que pessoas mesquinhas e invejosas suguem a sua energia. Valorize aqueles que te querem bem e demonstre a eles a sua gratidão e admiração. Seja também positivo com quem está ao seu lado!

  1. Busque atividades que te motivem

Não há nada melhor do que usar o nosso tempo livre para realizar atividades que gostamos ou em que somos realmente bons. Pratique um esporte, vá ao cinema, assista uma série, dance, passeie ao ar livre, leia um livro, faça caminhadas, escreva um poema, fotografe, desenhe, pinte um quadro. Independente do que escolher como hobby, dedique-se inteiramente e preste atenção nos seus talentos, principalmente naqueles que você ainda está descobrindo. Procure também trabalhar com algo que te deixe realizado e tranquilo. Aposte em você mesmo e não tenha medo de arriscar!

  1. Converse com o seu eu interior

A mudança precisa sempre começar de dentro para fora. Converse com você mesmo e pontue tudo aquilo que está lhe incomodando na sua aparência ou na sua personalidade. Após isso, enumere todos os seus pontos positivos e tudo aquilo que você admira em si próprio. Repita para você mesmo que nenhum ser humano é perfeito e que você é especial do jeito que é. Deixe as inseguranças de lado e pratique a aceitação! E não se esqueça, o amor próprio vem sempre em primeiro lugar.

  1. Se achar necessário, procure ajuda

Nem todas as pessoas conseguem levantar a autoestima por conta própria. Se esse for o seu caso e você perceber que anda deprimido, ansioso e sem ânimo, não tenha vergonha de pedir ajuda! A maneira ideal para melhorar a sua vida é reconhecendo que está passando por um problema e aceitando a ajuda de alguém. Tenha fé em si mesmo e na cura de sua autoestima abalada. Siga em frente e jamais abaixe a cabeça!

Todos nós somos especiais e únicos exatamente com as nossas peculiaridades. Uma pessoa nunca é igual a outra, porém, todas são importantes e merecem ser felizes e realizadas consigo mesmas! Valorize-se, ame-se, sinta-se bem consigo mesmo e aceite-se do jeito que é, inclusive com os seus defeitos. Esses são os principais ingredientes para manter a sua autoestima forte e inabalável. Lembre-se sempre: Você é fantástico!

 

autoestima

*Os GIFs usados nesse artigo foram tirados do site Giphy.

Mariana Pepe
Estudante de Jornalismo e estagiária de atendimento do Match Group Latam. Apaixonada por Harry Potter, livros de fantasia, História e viagens.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*