O amor próprio deve ser uma prioridade!

O amor próprio deve ser uma prioridade!
05.07.2017 Mariana Marques
amor proprio

Você sabe se amar de verdade?

Desde pequena minha mãe ensinou para mim e para minhas irmãs que antes de amar qualquer pessoa, nós devemos nos amar. Com isso, conclui que antes de encontrar meu par perfeito, eu deveria encontrar meu amor próprio.

Pode não parecer, mas se amar em primeiro lugar não é tão complicado. O amor próprio é um processo e está sempre em movimento e evolução. Hoje eu me amo muito mais do que me amava ontem e amanhã me amarei mais ainda.

amor próprio

Eu sei quando você vai encontrar um amor!

Amor de verdade? O que é isso?

Apesar de ser fácil, não foi rápido chegar nesse momento de aceitação e amor. Foram altos e baixos – que ainda acontecem às vezes. Precisei aceitar meus erros, meus defeitos e não só minhas qualidades e paixões. Precisei aceitar que sou única do meu jeito e que o mais importante é estar feliz com quem eu sou. Precisei me rodear de pessoas que me amam e me afastar das que me fazem mal. E em primeiro lugar, precisei me encontrar.

Mas afinal, como ter amor próprio?

Amor próprio é se amar e se aceitar do jeito que você é. Ele é único, ninguém pode sentir esse amor da mesma forma que você. Por isso, é difícil separar dicas sobre como ter amor próprio. O que eu separei foram os fatores que eu acredito serem essenciais para ter amor próprio e esperar que isso te ajude.

  1. Ser feliz sozinha

A primeira coisa que eu fiz para me amar foi aceitar a solidão. Cresci em uma casa cheia, com meus pais e minhas duas irmãs. Por isso, a solidão nunca foi algo que tive como amigo. Amo estar com eles e na companhia das pessoas que eu amo, mas aprendi que para aproveitar melhor esses momentos, eu precisava aprender a ser feliz sozinha. Hoje, amo passar horas sozinha, lendo um livro, vendo um filme ou uma série, ouvindo uma música. Esses momentos são preciosos pra mim, porque amo a minha companhia tanto quanto amo a dos outros.

  1. Aceitar meus defeitos

Aceitar os nossos defeitos não é algo fácil. Antes de tudo, precisei conhecê-los e entendê-los. Quando resolvi conhecer meus defeitos aprendi diversas coisas sobre mim, e descobri que posso amar esses defeitos assim como amo minhas qualidades. Eles não fazem de mim uma pessoa menor do que as outras, eles me fazem uma pessoa como qualquer outra. Ninguém é perfeito, todos temos defeitos que nos tornam humanos e nos fazem melhor. Por isso, para mim é importante amar todos os meus errinhos e todas as coisas que parecem não parecem tão bonitas quanto às outras. Hoje, eu sei que mereço todo amor do mundo, mesmo sendo bagunceira, não saber dançar, ser péssima para estudar, ter que usar óculos, ser baixa…

  1. Valorizar minhas qualidades 

Valorizar nossas qualidades não é a mesma coisa que ser convencido ou metido. Costumamos confundir esses dois fatores, mas isso é completamente errado. Precisamos ser humildes sim e sempre prontos para aprender mais, mas por que isso nos impede de admitir que somos muito bom em algo? Eu sei que amo escrever e ler, e por isso sei que escrevo bem e que leio muito rápido. Valorizo as coisas que aprendi que sou boa e me amo por tê-las. E você?

  1. Respeito 

O principal fator é ter respeito com você mesmo. Não se desrespeite e não aceite menos do que você merece. Se conheça para poder entender que você merece tudo que você desejar com o coração e que você deve lutar para encontrar sua felicidade – seja ela como for. Quando você aprender a se respeitar acima de tudo, eu tenho certeza que você nunca mais vai aceitar menos do que você merece.

Como melhorar a autoestima?

Aceite que você merece ser amada e que a primeira a te amar deve ser você mesma. Encontre seu amor próprio e lute por ele todos os dias, aconteça o que acontecer você sempre terá você para se apoiar. Nosso lema é o amor e todas as formas dele, siga nosso lema e comece por você!

*Os GIFs usados nesse artigo foram tirados do site Giphy.

Mariana Marques
Publicitária e analista de marketing do Match Group LatAm. Apaixonada por livros, música e pelo seu trabalho!

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*