Onde está o amor?

Onde está o amor?
15.06.2018 Ju Ferreira
amor

Onde está o amor? A resposta para a pergunta mais importante que há.

Não existe nenhuma busca mais universal. Independente de nacionalidade, raça, credo, orientação sexual, todos queremos ser amados. Todos desejamos o amor. Nessa época do ano, essa procura se intensifica. Juntando o dia dos namorados com esse inverno friozinho, queremos abraço, aconchego, assistir série debaixo das cobertas, dormir agarrados, etc.

amor

Créditos: Giphy.

Acontece que nem todos nós estamos namorando e quando estamos sozinhos podemos nos deixar abater. A solidão chega e junto dela a tristeza e a dúvida: será que eu nunca vou encontrar o amor? Se você estiver se perguntando isso, o artigo de hoje é para você!

Sem mais delongas, respondendo à questão: o amor está onde você o colocar!!

Como assim? Para explicar o que eu quero dizer, vamos relembrar uma aventura sobre o eco?

Conta essa história que um pai e um menino caminhavam pelas montanhas. Num dado momento, o menino tropeça numa pedra e quase cai. “Aaaaai”, ele grita. E nesse momento uma voz na montanha responde: “Aaaaai”. O menino, curioso, pergunta: “Quem é você?”, e a montanha replica: “Quem é você?”. Irritado, ele grita para a montanha: “Covarde!” e a montanha imediatamente devolve o desaforo: “Covarde!”. Chateado, o menino olha para o pai, em busca de uma explicação. O pai sorri e lhe diz: “Meu filho, veja só…”, e então ele vira para a montanha e grita: “Você é maravilhoso!”, e a montanha responde animadamente: “Você é maravilhoso!”. Em seguida o pai grita: “Você é um campeão!”, e a voz grita de volta: “Você é um campeão!”. Ele olha para o filho, e o rosto do menino se ilumina!! Para completar a lição o pai se volta para a montanha e grita, a plenos pulmões: “Eu amo você!” e a voz da montanha proclama: “Eu amo você!”. O pai se abaixa, para ficar da altura do garoto e diz: “Filho, isso que você viu é chamado ECO. Ele funciona da mesma forma que funciona a vida: ele devolve a você tudo o que você dá a ele. A nossa vida é o reflexo das nossas ações! Assim, se você quiser que a sua vida seja cheia de alegria, coloque alegria na vida. Se você quer respeito, comece respeitando os demais. Se quer amor, AME!”.

amor

Tradução: Eu te Amo. / Créditos: Giphy.

Entendeu? Então fique tranquilo que você vai encontrar o amor sim! 😊

Pode até encontra-lo agora, se quiser. Basta dar mais amor, para receber mais amor. Está cientificamente comprovado que, quando damos amor para alguma coisa (ou alguém), a vida floresce! Foram muitos experimentos – alguns com plantas, outros até com potes de arroz – para comprovar essa teoria. O amor faz tudo ficar melhor.

Para você ter certeza de que isso funciona, vou contar sobre essa experiência com o arroz. O pesquisador japonês Masaru Emoto colocou arroz cozido em três recipientes separados, e então ele disse palavras amorosas e de gratidão para o arroz que estava no primeiro pote e palavras de ódio para o arroz que estava no segundo pote. Já o arroz que estava no terceiro pote foi totalmente ignorado. Depois de vários dias repetindo esse processo, o arroz do primeiro pote estava fermentando naturalmente; o arroz do segundo pote tinha se transformado numa massa escura e o arroz do terceiro pote tinha apodrecido e mofado. Acredita? Somente as palavras e a energia que ele colocou fez toda a diferença! Agora, pensa comigo, se isso fez diferença para o arroz, imagina a diferença que o amor pode fazer na vida das pessoas que estão a sua volta (e na sua também!!).

Que tal aplicar essa sabedoria na sua vida? Anota aí três dicas que podem facilitar a criação desses momentos de amor:

  1. Abrace mais

    O abraço tem diversos benefícios para a nossa saúde e nossa felicidade: ele pode diminuir nossa pressão arterial e nossa frequência cardíaca, nos deixando menos tensos e estressados, ele estimula a produção de hormônios como a dopamina (conhecida como hormônio do prazer) e a oxitocina (também chamada de hormônio do amor), além de fortalecer o nosso sistema imunológico e equilibrar nosso sistema nervoso. Incrível, não é mesmo? E quantos abraços são necessários para colhermos todos essas maravilhas? Existem várias teorias de que são no mínimo quatro, e – idealmente – pelo menos oito. Então só para ficarmos seguros aqui, que tal fixarmos uma meta de dez abraços diários? Ah, e importante: o ideal é focar naqueles abraços apertados (peito colado com peito mesmo!!) e demorados (o ideal é que o abraço dure uns vinte segundos!).

    Atenção: não saia por aí aplicando essa dica com estranhos (ou com pessoas de quem você não goste muito). Todos os benefícios de que falei aqui só se aplicam quando você abraça pessoas de que gosta e em quem você confia.

  2. Sorria mais

    amor

    Créditos: Giphy e 101 Dálmatas (filme).

    O sorriso é uma das peças mais importantes da nossa caixinha de ferramentas, mas infelizmente usamos pouco. Quando sorrimos, ficamos mais atraentes, despertamos a confiança e a empatia do outro, estreitamos os nossos relacionamentos. O sorriso também tem vantagens para a saúde, como o relaxamento, a redução do stress e o aumento do bom humor. O bom humor que é, aliás, uma das coisas mais essenciais no amor. Rir com a pessoa amada fortifica e desenvolve a relação. Mas aqui não vale qualquer sorriso!! Aquele sorriso de meio segundo, com o canto da boca – o típico sorriso de Mona Lisa – não nos ajuda! O objetivo é propiciar aquele sorriso que começa com uma troca de olhar, se abre naturalmente e se mantém durante alguns segundos, mesmo sem que se perceba.

    Como fazer isso? Comece olhando nos olhos das pessoas, você vai se surpreender com o que verá. Essa troca de olhares, mesmo que rápida e despretensiosa, faz com que as pessoas se abram mais para o relacionamento. Exercite também desenvolver a sua mentalidade positiva, aumentando a sua consciência e enxergando as coisas boas da vida. Você vai ver como o sorriso acontece naturalmente quando fazemos isso!

  3. Se ame mais

    Para podermos ter mais amor, temos que entregar mais amor para o universo, como vimos no nosso conto do eco, certo? Acontece que para oferecer mais de alguma coisa, precisamos ter muito dessa coisa dentro de nós. Por isso, para dar mais amor, carecemos de cultivar mais amor no nosso coração! E, a maneira de fazer isso é começar com você. Como anda o seu amor próprio?

    Aposto que você pode ser mais carinhoso e gentil consigo mesmo. Eu tenho um desafio para você: vá agora mesmo para a frente de um espelho, se olhe nos olhos e diga, sorrindo: “eu amo você”. Diga isso algumas vezes, com intenção sincera. Aproveite para ouvir alguém dizendo que ama você! Que delícia, não é mesmo? Agora, com o coração cheio de amor, você poderá presentear o mundo com esse sentimento. E, já que a vida é como um eco, fique preparado para receber uma chuva de amor no seu jardim!

Ju Ferreira
Especialista em desenvolvimento humano, criadora do programa Alquimia Pessoal. Apaixonada por inspirar e ajudar pessoas a conquistar a vida que sempre sonharam!

0 Comentários

Deixar uma resposta