O amor pode curar?

O amor pode curar?
30.01.2018 Márcio Câmara
amor pode curar

Nossos antigos poetas diziam “O amor só é bom se doer”, que para ser feliz no amor é preciso sentir dor, ou seja, o amor dói. Amar é sentir dor, a dor do amor. Nossos poetas atuais dizem “Sei que é tudo uma loucura, e para o amor não existe cura”. Dito que o amor dói e só é bom se doer, para o amor não existe cura, então fica a pergunta:

O amor pode curar?

amor pode curar

Créditos: Giphy e HQ Trivia.

Muitas pessoas acreditam que um amor só se cura com outro amor. Ao ver a vida dessa forma, começam a agir para buscar um novo amor quando perdem um grande amor. Nessa busca de um novo preenchimento, começam a correr atrás da cenoura, em uma busca eterna, onde nunca se conseguirá chegar a lugar algum. Pessoas que pensam dessa forma, acreditam que o amor cura. E é justamente por isso que, muitas vezes, elas não precisam terminar um relacionamento para entrar em outro. Com o simples perceber de que as coisas não vão bem entre o casal e ao perceber que o fim se aproxima, para evitar a dor do amor, do amor que dói, e sabendo que não existe cura, fogem da dor do fim, começando algo ainda antes de terminar.

Existem ainda outro tipo de pessoa. Aquela que também acredita que o amor pode curar.

“Ué, não entendi, Márcio! Se também acredita na mesma coisa, não é o mesmo tipo de pessoa?”

Sim e não. A semelhança é que ela acredita que SIM, o amor pode curar. A diferença entre o primeiro tipo e o segundo tipo, é que o segundo tipo acredita que o amor próprio é o que pode curar.

O amor próprio pode curar!

amor pode curar, amor próprio

Créditos: Giphy e Xaviera Lopez.

É o amor que você tem por você mesma que pode transformar a sua vida. A autoestima, a segurança, o bom-humor, o estar bem, o viver bem com você mesma, são recursos para se viver um grande amor a dois. Quando não existe amor próprio, quando não se tem autoestima elevada, quando você não gosta nem de se olhar no espelho porque não gosta do que vê, você acaba se tornando o primeiro tipo de pessoa, o tipo de pessoa que acredita que o amor cura, mas o amor lá de fora, o amor de outro alguém, o amor de uma pessoa, o amor de se sentir amada.

Claro, não seria estranho de se esperar. Se não existe autoestima, não existe um apreço por você mesma. Na louca busca de se sentir amada, você busca o amor fora do seu peito. Você busca uma ilusão, tudo isso porque ainda não aprendeu a se amar, não aprendeu a lidar com a pessoa que você escolhe ser todos os dias, desde de o dia em que nasceu.

O amor pode fazer milagres.

Quando esse dia chegar – particularmente, espero que seja AGORA –, você verá que o amor, sim, pode curar e fazer milagres em sua vida. O amor é uma força muito grande quando se ama quem se deve amar. Querer amar o próximo, sem antes amar a si mesma é dar ao outro algo que não se tem. Afinal de contas, como eu posso entregar paixão, carinho, afeto, atenção e tantas outras maravilhas do amor se não há de fato amor em mim, se eu não me amo?

O amor próprio cura!

Lembre-se: ame-se antes e quando você estiver morrendo de amores por você, então, será o exato momento de você começar a espalhar esse lindo amor no mundo.

Bora Ser Feliz!

Márcio Câmara
Ajudo você, mulher, a ser segura e a tomar decisões acertadas para viver feliz no amor, no relacionamento, sem medo de ficar sozinha! Bora Ser Feliz!

0 Comentários

Deixar uma resposta