Me apaixonei por um colega de trabalho, e agora?

Me apaixonei por um colega de trabalho, e agora?
15.11.2017 Pedro Azevedo
colega de trabalho

Geralmente, o brasileiro passa uma grande parte do seu dia no trabalho, e toda nossa rotina está de uma forma ou de outra associada a ele. Do trabalho, nós tiramos nosso sustento, podemos lutar para realizar nossos sonhos, nos sentimos produtivos, somos desafiados e conhecemos novas e diferentes pessoas. O trabalho é uma parte extremamente importante de nossas vidas e contribui diariamente para nossa formação como pessoa. Às vezes algumas coisas acontecem que podem fugir um pouco do nosso controle. Seus colegas de trabalho são pessoas que estão diariamente com você e dependendo do ambiente de que vocês trabalham a relação de vocês pode vir a ser bem mais que formal, o que não é algo fora do normal.

Mas, e se você se apaixonou pelo seu colega de trabalho?

colega de trabalho

Créditos: Giphy e Saturday Night Live (programa de TV).

Isso complica um pouco as coisas, não? E nessa situação, como agir?

Seja profissional

Antes de qualquer coisa saiba que ali é seu ambiente de trabalho, e que qualquer situação delicada pode ser constrangedora e afetar diretamente seu trabalho. É algo muito sério. Por isso, seu trabalho deve ser sua prioridade, e dentro dele você precisa ter maturidade e atenção com suas ações. Isso vale para eventos do trabalho, happy hours, e horários de almoço.

Saiba se a outra pessoa sente o mesmo

O segundo ponto mais importante é saber se o que você está sentindo não é só de sua parte. Ninguém merece passar por um amor platônico, ainda mais num ambiente profissional. Então, discretamente tente perceber se a pessoa sente o mesmo – nunca se esquecendo de onde você está e como as coisas podem vir a funcionar. E se você suspeitar ou souber que a pessoa não sente nada, é melhor você tentar esquecer e passar por cima disso. Pois, você pode vir a sofrer e isso não é saudável nem para sua vida pessoal e muito menos para sua vida profissional, afinal você vê a pessoa todos os dias.

Fora do trabalho é outra coisa

Por mais que essa seja uma situação delicada, você nem sempre está trabalhando. Então pode vir a se envolver com a pessoa sim, descobrir se é recíproco e se pode sair algo bom disso. Mas, como tudo na vida devemos pensar e pensar antes, um envolvimento com um colega de trabalho vai afetar sua vida pessoal e profissional.

Não misture as coisas

Cabe a você ter o balanço das coisas, pois tanto brigas quanto excesso de carinho podem atrapalhar sua postura profissional e não contribuem de forma alguma para seu desenvolvimento profissional. Uma relação com um colega de trabalho acontece fora do trabalho e dentro dele vocês precisam ser maduros e extremamente profissionais.

Sabendo lidar, por que não?

colega de trabalho

Créditos: Giphy e The O.C. (série de TV).

Se você tem plena consciência dos riscos de namorar um colega de trabalho, e vocês tem maturidade e equilíbrio tanto na relação pessoal quanto profissional, por que não? O amor é uma força poderosa e real e quando duas pessoas são feitas para ficarem juntas, elas vão ficar independente das dificuldades e diversidades. O importante é não confundir as coisas e andar com cuidado. Saiba aproveitar o melhor do amor sem que ele possa vir a ser um problema em outros aspectos da sua vida.

Ame, se deixe amar e não se esqueça de quem você é ou de onde você está, isso é o mais importante.

Pedro Azevedo
Jornalista em formação, blogueiro e estagiário do Match Group LatAm. Apaixonado, elétrico e um leitor compulsivo.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*