Qual a importância da empatia na nossa vida?

Qual a importância da empatia na nossa vida?
30.10.2017 Bárbara Alessandra
empatia

Empatia é uma escolha.

Uma escolha muito difícil, inclusive. Não é todo dia que acordamos dispostos a sermos bons em um mundo tão cruel. Não é sempre que a vontade de ser um super herói ou super heroína nos consome, já que ao ligar a televisão vemos sangues inocentes derramados pela mão de um sistema tão falho, de pessoas tão cruéis e frias.

Eu entendo se a sua vontade for se isolar e viver no seu próprio mundo, mas preciso ser sincera com você: Mesmo que você abaixe a cabeça e olhe apenas para o seu umbigo, o mundo ainda continuará a acontecer ao seu redor e quando você erguer a cabeça, será inevitável lidar com o estrago. Inevitável.

Quando escolhemos nos colocar no lugar do outro, escolhemos um mundo melhor. Escolhemos o amor. Escolhemos a empatia. Escolhemos tornar a vida mais leve para nós e para o outro. E é por isso que a empatia é importante na vida da gente.

O mundo acontece, queiramos ou não, e não dá para pausar para a gente decidir o que fazer. Portanto, para construirmos um lugar melhor, é necessário que escolhamos ter empatia pelo outro.

Quando ajudamos o outro, nos ajudamos.

empatia

Créditos: Giphy e Lisa Vertudaches.

Crescemos espiritualmente, crescemos como pessoa, como profissionais. Aprendemos. Ensinamos. Colocamos uma energia boa para circular no universo e eu acredito fielmente que temos mais coisas boas do que ruins a oferecer.

Que bom seria se os jornais mostrassem apenas coisas boas, não? Que bom seria se acordássemos com um bom dia da vida, já nos mostramos que o mundo é um sim um bom lugar para se viver e que vale a pena lutar por nossos sonhos. Que nem todos são maus e que ainda há solução para aqueles que se encontram perdidos nessa incoerência que é viver.

Se você está se perguntando como fazer essa escolha, aqui vão pequenas coisas a serem praticadas no dia a dia:

  1. Ouvir mais:

    Algumas pessoas precisam que sua voz seja ouvida. Algumas pessoas precisam desabafar e isso nem sempre acontece por livre e espontânea vontade. A gente nem sempre consegue resolver o problema do outro, mas podemos aliviar o peso deixando-o ciente de que ele não está sozinho nessa caminhada.

  2. Dizer coisas boas:

    Muitas vezes somos cruéis em nossos comentários, mas mudar a forma como falamos com o outro pode fazer o dia melhor para nós e para ele. Enalteça a qualidade das pessoas, porque os defeitos o espelho mesmo já nos mostra toda manhã.

  3. Se colocar no lugar do outro:

Aquele famoso ditado de mãe que diz para não fazer ao outro aquilo que não queremos para nós. Esse é um ótimo exercício a ser praticado. Não é fácil, às vezes a emoção fala mais alto, mas tente e logo deixará de ser um exercício. Seja por você ou pelo próximo. Escolha ser legal e justo sempre.

Fora algumas outras ações como ajudar um idoso a atravessar a rua, dar lugar nos ônibus, ser paciente com mamães e suas crianças nas ruas, dar alimento a um morador de rua e etc.

Escolha sempre agir com o coração.

empatia

Créditos: Giphy.

Escolha sempre a bondade. Empatia é a escolha mais bonita e sensata que o ser humano pode fazer.

Bárbara Alessandra
Babí, 1998, capricorniana e paulista. Amante das palavras, escreve com a alma, porque capricornianos não tem coração

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*